CONHEÇA O SELO  |  AUTORES  |  O QUE DIZEM POR AÍ  |  AUTOPUBLICAÇÃO  |  LIVROS 


100.000 downloads da trilha sonora de Anti-heróis & Aspirinas
01.04.2014


A trilha sonora do livro Anti-heróis & Aspirinas bateu 100.000 downloads esta semana. O disco foi gravado pelo FireFriend, banda em que o Yury Hermuche toca guitarra, em uma única tarde em novembro de 2013 e liberado para download na mesma noite em que os livros do selo LONGE foram lançados em Brasília. Veja o release da banda:

DEATH'N'SOUND captura um momento muito singular na trajetória do FireFriend. Divididos entre São Paulo e Brasília, com novos integrantes e um novo instrumento fixo, a segunda metade de 2013 foi um período de total reinvenção. A banda — Julia Grassetti no baixo, Juliana R no teclado, Cacá Amaral na bateria e Yury Hermuche na guitarra — estava descobrindo as possibilidades de seu novo som. As explorações rítmicas e climáticas amadurecidas pela nova direção das baterias de Caca Amaral e a complexa palheta de timbres e efeitos que Juliana R investiga nos seus Moog e teclado compõem um novo arsenal para a banda explorar. Também contam a experimentação recente de novas combinações de efeitos no baixo e o caminho livre aberto pela utilização de apenas uma guitarra.

A criação deste novo som ganhou a oportunidade perfeita para um registro quando Yury lançou a ideia do FireFriend gravar um longo improviso para ser a trilha sonora de seu livro 'Anti-heróis & Aspirinas' no final de outubro de 2013. Era uma ótima oportunidade para produzirem novo material. A banda topou e leu o texto. Quando finalmente se reuniram para um ensaio, no estúdio Sonido, na rua Artur de Azevedo, em São Paulo, planejaram a gravação: apenas cinco microfones na pequena sala — um para a guitarra, um para o baixo, outro para o teclado, um para o bumbo e o último sobre a bateria. A sessão foi dividida em duas partes. São da primeira parte as faixas (2) Silver Girl, (3) I Met God She Is Black e (7) Infrared Silence, todas de primeiro take. Uma pausa é sugerida e a banda sai para tomar um café, durante o qual falam sobre tudo. Até este ponto, o disco já estava pronto. A banda tinha mais de 30 minutos de um longo improviso, era mais ou menos o plano original. Mas Juliana insistiu para que continuassem gravando. Graças à sua idéia, o disco conta agora com (1) Fukushima, (4) Death and Sound, (5) Yucca Flat e (6) The Forest. O material, gravado em alta resolução, foi mixado em Brasília em três dias, no estúdio Refinaria, na asa norte, e lançado em 11 de dezembro de 2013, mesmo dia do lançamento do livro.

De lá para cá, DEATH'N'SOUND abriu seu caminho de forma independente. Simon SixSmith, produtor inglês baseado em Utrecht, Holanda, ouviu o disco e topou lançá-lo através de seu selo 2419.nl, dedicado à música experimental produzida em todo o mundo. O disco foi relançado em janeiro de 2014 e avançou pela web. A banda comemorou 5.000 downloads após uma semana. Cinco mil downloads para um disco instrumental obscuro, de uma banda totalmente desconhecida? Improvável. Mas uma fã russa escreveu empolgada. Um amigo em Seattle comentou entusiasticamente. Um fã em Toronto elogiou muito. Aos poucos, DEATH'N'SOUND foi espalhando-se pelo planeta. Quase quatro meses depois, seus mais de 100.000 downloads continuam a causar espanto.

O que quer que seja este novo som, ele é certamente desafiador e diferente. Livre. Ele pode ser a porta para outras dimensões ou um desconcertante mergulho no abismo. Você pode amá-lo ou odiá-lo. Seja como for, pense nele como um filme, uma escultura ou um quadro. Explore-o. Experimente. 

* * *

Você pode baixar o disco gratuitamente nestes sites:
www.yuryhermuche.com
www.firefriend.com
deathnsound.tumblr.com





FireFriend